Blue Crystal Hand

 

O real processo criativo, e o verdadeiro processo de cura acontece, quando deixamos de dar atenção ao Ego e começamos a tomar consciência do Self, estetizando a sua presença.
Neste projecto pretendo dar alguma informação sobre o assunto, e para que isso aconteça, será necessário para além da filosofia poética, a acção da fronésis (a experiência prática), pela permuta de elementos corporativos Ilusórios (currency) por elementos curativos reais (coloidal silver).

A performance aconteceu entre o Porto e Argemil da Raia, na linha da percepção e apercepção da forma ilusória, que acontece na fronteira, centro efectivo da complexidade, entre dois paises ou dois estados de consciência.

 

O que se pretende neste projecto é permutar as vossas moedas de 1 cêntimo, que são o primeiro elemento irreal da fronteira do sistema financeiro, por gotas de prata coloidal, que são o primeiro elemento real da fronteira do processo curativo, cada moeda de aço banhada a cobre depositada terá como permuta uma gota de prata Coloidal.

Prata Coloidal: http://www.conchiglia.us/portugal/pt_monos/pt_monos_2010set29_argento_colloidale.pdf
Currency: http://naborga.com/?videos=um-roubo-de-proporcao-mundial

Serão mencionados por ordem alfabética todos os Mecenas que colaboraram para o eventual desfecho desta Instalação na sua instalação final.

1 cêntimo – € 0,01
Diametro – 16,25
Grossura – 1,67
Massa – 2,30
Cor – Cobreada
Composição – Aço banhado a cobre.
Bordo – Liso
Valor do material – Ilusório, praticamente nenhum.
Valor real – Absolutamente nenhum, o resto são histórias inventadas pelo Banco Federal Europeu.

“Blue cristal hand” Instalação Performativa (não local) by Filipe Garcia & André Fonseca Porto/Argemil da Raia (posto de vigia da fronteira) Chaves Sábado, 19 de Abril, 17h 30 2014 festivalcomum