‘Entre o Sono e o Sonho –
Antologia de Poesia Contemporânea – Vol. VII’

 

Poesia seleccionada para fazer parte do VII Volume da Antologia de Poesia Portuguesa Contemporânea: “Entre o Sono e o Sonho” da Chiado Editora, o lançamento da Antologia será em Setembro de 2016.

De volta à terra que sobra das celhas que fitas
como um desenrolar do mento tido como pele
que se vai por fim num correr da rama acção escrita
livre bem solta à tenra da sombra que vulgo fere.

Em dilúvio a declinar no caminho por linha acima
sobre a missa que prescreve em grafia de esquecer
em data in terna vendo o fluir verter anima
no vacuum infinito sobre a fenda do tempo ser.

 

De sonhar ninguém se cansa, porque sonhar é esquecer,
e esquecer não pesa e é um sono sem sonhos em que estamos despertos.
Fernando Pessoa, in Livro do Desassossego

‘Entre o Sono e o Sonho –
Antologia de Poesia Contemporânea – Vol. VII’

Autor: Vários Autores
Data de publicação: Outubro de 2016
Número de páginas: 1088
ISBN: 978-989-51-9371-4
Colecção: Prazeres Poéticos
Género: Poesia

Entre o Sono e Sonho

Entre o sono e sonho,
Entre mim e o que em mim
É o quem eu me suponho
Corre um rio sem fim.

Passou por outras margens,
Diversas mais além,
Naquelas várias viagens
Que todo o rio tem.

Chegou onde hoje habito
A casa que hoje sou.
Passa, se eu me medito;
Se desperto, passou.

E quem me sinto e morre
No que me liga a mim
Dorme onde o rio corre –
Esse rio sem fim.

Fernando Pessoa